O Poder Terapêutico da Efetividade

By Bianca Albuquerque - 10:30

Então,houve grande pranto entre todos,e, abraçando afetuosamente a Paulo,o beijaram (At 20.38)

O apóstolo Paulo se despedia dos presbíteros de Éfeso no porto de Mileto.Naquele encontro,o veterano apóstolo dá suas últimas instruções aos líderes da igreja. Relembra como fora seu procedimento entre eles e os exorta a cuidarem do rebanho de Deus com fidelidade. Depois ,despede-se dos anciãos e viaja rumo a Jerusalém. Nessa despedida,houve abraços,beijos e lágrimas.
Havia entre aqueles homens profunda amizade,cálida comunhão e sincera afetividade.
Embora fossem homens maduros,não hesitaram em extremar suas emoções. Não represaram na alma seus sentimentos nem reprimiram seus gestos de amor. O amor precisa ser demonstrado. A afetividade precisa transbordar em nossas atitudes. Gente precisa de Deus,mas gente também precisa de gente. A efetividade é essencial para vivermos de forma saudável. Certa feita,uma melher me disse á porta da igreja "Pastor,valorizo muito o seu abraço depois do culto,pois é o único que recebo na semana".
Demonstre amor!

GOTAS de consolo para a alma

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários